Home » Notícias » Acordo de cooperação prevê projetos de rastreabilidade segura na soja

Acordo de cooperação prevê projetos de rastreabilidade segura na soja

Nessa primeira fase do acordo de cooperação serão mapeadas as oportunidades e etapas que envolvem o processo de produção de soja convencionalA Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e a Ceptis, empresa de origem suíça com ampla experiência mundial em rastreabilidade segura, assinam nesta quarta-feira, 13 de junho, durante o 8º Congresso Brasileiro de Soja, em Goiânia, um acordo geral de cooperação para desenvolvimento de projetos conjuntos de rastreabilidade de produtos agrícolas com valor agregado.  O acordo geral prevê, inicialmente, a discussão de projetos-piloto para a cadeia produtiva da soja convencional.

“O Brasil é hoje o maior exportador mundial de soja convencional. É um mercado interessante para a agricultura brasileira, com possibilidade de bonificação, mas que demandará cada vez mais transparência, rastreabilidade e garantias de origem e de qualidade em todas as etapas do processo. Com essa parceria, estamos unindo duas empresas com conhecimentos profundos em áreas de atuação bem distintas, com o objetivo de abrir novas possibilidades de negócios de valor agregado para o produtor brasileiro”, explica o diretor de inovação e tecnologia da Embrapa, Cleber Oliveira Soares.

De acordo com o presidente da Ceptis, Phillippe Ryser , empresa que detém  os direitos exclusivos para exploração da tecnologia suíça mais utilizada no setor de identificação, autenticação e rastreamento seguro, “a rastreabilidade segura é um processo capaz de garantir a legitimidade aos produtos, proporcionando segurança ao consumidor, produtor e governos. É uma característica que vem sendo cada mais valorizada pelos consumidores”.

A rastreabilidade segura de produtos agrícolas é apontada como uma das megatendências da área para os próximos anos. Nessa primeira fase do acordo de cooperação serão mapeadas as oportunidades e etapas que envolvem o processo de produção de soja convencional. As duas empresas pretendem iniciar diálogos com diferentes elos da cadeia produtiva, a fim de desenhar um projeto piloto de rastreabilidade da soja brasileira. O projeto será coordenado pela Secretaria de Inovação da Embrapa e contará com equipes da Embrapa Soja e Embrapa Cerrados. “A combinação das tecnologias de rastreabilidade segura com o conhecimento dos elos da cadeia produtiva e seus principais desafios têm potencial de criar vantagem competitiva para o Brasil no mercado internacional”, explica Soares.

O conceito de rastreabilidade segura respeita a privacidade dos usuários ao mesmo tempo que registra e processa todas as interações entre consumidores e produtos. Além de garantir maior transparência em todas as etapas da produção ao consumo, os processos de rastreabilidade agregam inteligência para o processo de tomada de decisão.

A Ceptis é a única empresa no Brasil a deter os direitos da tecnologia suíça no setor de identificação, autenticação e rastreamento seguro, capaz de garantir a legitimidade aos produtos, proporcionando segurança ao consumidor, produtor e governo. A Empresa é reconhecida mundialmente pela produção de tintas de segurança, usadas em papel moeda e outras tecnologias de rastreabilidade.

Embrapa

O post Acordo de cooperação prevê projetos de rastreabilidade segura na soja apareceu primeiro em Portal Revista Safra.

Powered by WPeMatico

Check Also

Comitiva de cinco países conhece produção de café e lácteos em Minas

Durante três dias, o grupo visitará fazendas, a Associação dos Produtores de Queijo Canastra (Aprocan), ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *